sexta-feira, 6 de março de 2009

My iídiche

"O amor de alguém é um presente tão inesperado e tão pouco merecido que devemos espantar-nos que não no-lo retirem mais cedo. Não estou inquieto por aqueles que ainda não conheces, ao encontro de quem vais e que porventura te esperam: aquele que eles vão conhecer será diferente daquele que eu julguei conhecer e creio amar. Não se possui ninguém (mesmo os que pecam não o conseguem) e, sendo a arte a única forma de posse verdadeira, o que importa é recriar um ser e não prendê-lo. Guerardo, não te enganes sobre as minha lágrimas: vale mais que os que amamos partam quando ainda conseguimos chorá-los. Se ficasses, talvez a tua presença, ao sobrepor-se-lhe, enfraquecesse a imagem que me importa conservar dela. Tal como as tuas vestes não são mais que o invólucro do teu corpo, assim tu também não és mais para mim do que o invólucro de um outro que extraí de ti e que te vai sobreviver. Guerardo, tu és agora mais belo que tu mesmo. Só se possuem eternamente os amigos de quem nos separamos..." [Marguerite Yourcenar, in "Sistina"] "Os mais opacos dos homens também têm os seus clarões: este assassino toca correctamente flauta; este contramestre que dilacera o dorso dos escravos com chicotadas é talvez um bom filho; este idiota partilharia comigo o seu último bocado de pão. Há poucos a quem não possa ensinar-se convenientemente alguma coisa. O nosso grande erro é querer encontrar em cada um, em especial, as virtudes que ele não tem e desinteressarmo-nos de cultivar as que ele possui..." [Marguerite Yourcenar, in "Memórias de Adriano¹"] "Nós é que não estamos prontos. Os objetos da nossa felicidade existem há dias, anos, talvez séculos; esperam que a luz se faça em nossos olhos para os vermos, e que o vigor chegue aos nossos braços para os agarrarmos. Eles esperam e espantam-se de há tanto tempo ali estarem inúteis. Sofremos, sofremos de cada vez que duvidamos de alguém ou de qualquer coisa, mas o nosso sofrimento transforma-se em alegria logo que apreendemos, nessa pessoa ou nessa coisa, a beleza imortal que nos fazia amá-la." [Marguerite Yourcenar, citado "in Memoriam"]

2 comentários:

Crazy Drile™ disse...

Thank you for your visit Foquinha...hey I can not read portuguese...maybe some day you'll can write a bit in english as well...at the moment just I can say...VERY SEXY PHOTOS!

Kiss 4u

Crazy Drile

Foquinha! disse...

Crazy, Crazy...You will learn with me, and I learn a lot from you!
I have a bad english, ahahaha, do you remember? Kisses for youu, thank's boy! ;)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails