quarta-feira, 4 de março de 2009

L'amour

"Não se reconquista o amor com argumentos. Não te esqueças de que a tua frase é um ato. Se desejas levar-me a agir, não pegues em argumentos. Julgas que me deixarei determinar por argumentos? Não me seria difícil opor aos teus melhores argumentos. Já viste a mulher repudiada reconquistar-te através de um processo em que ela prova que tem razão? O processo irrita. Ela nem sequer será capaz de te recuperar mostrando-te tal como tu a amavas, porque essa tu já a não amas. Olha aquela infeliz que, nas vésperas do divórcio, teve a idéia de cantar a mesma canção triste que cantava quando noiva. Essa canção triste ainda tornou o homem mais furioso.
Talvez ela o recuperasse se o conseguisse despertar tal como ele era quando a amava. Mas para isso precisaria de um génio criador, porque teria de carregar o homem de qualquer coisa, da mesma maneira que eu o carrego de uma inclinação para o mar que fará dele construtor de navios. Só assim cresceria essa árvore que depois se iria diversificando. E ele havia de pedir de novo a canção triste.
Para fundar o amor por mim, faço nascer em ti alguém que é para mim. Não te confessarei o meu sofrimento, porque ele te faria desgostar de mim. Não te farei censuras: elas irritar-te-iam justamente. Não te direi as razões que tu tens para amar-me, porque não as tens. A razão de amar é o amor. Também não me mostrarei mais, tal como tu me desejavas. Porque tu já não desejas isso. Senão, amar-me-ias ainda. Mas educar-te-ei para mim. E, se sou forte, mostrar-te-ei uma paisagem que fará de ti meu amigo."
[Antoine de Saint-Exupéry¹] "Às vezes o homem repudia a mulher, ou a mulher muda de amante, por se ter desiludido. Consequências do comportamento leviano quer de um, quer do outro. 
Porque só é possível amar através da mulher e não a mulher. Através do poema e não o poema. Através da paisagem entrevista do alto das montanhas. 
E a licenciosidade nasce da angústia de não se conseguir ser. 
Quando uma pessoa anda com insônias, volta-se e torna-se a voltar na cama, à procura do fresco ombro do leito. Mas basta tocá-lo, para ele se tornar tépido e recusar-se. 
E ele procura noutro sítio uma fonte durável de frescura. Mas não consegue dar com ela, porque mal lhe toca, a provisão esvai-se.  O mesmo se passa com aquele ou aquela que se fica no vazio dos seres. Não passam de vazios os seres que não são janelas ou frestas para Deus. É por isso que, no amor vulgar, só amas o que te foge. De outra maneira, vês-te saciado e desacorçoado com a tua satisfação. "
[Antoine de Saint-Exupéry²]

7 comentários:

Ladrão de Frésias disse...

Enganei-me no canteiro, coloquei as flores no outro post :(

Foquinha! disse...

Um dia ele chegou tão diferente do seu jeito de sempre chegar
Olhou-a dum jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar
E não maldisse a vida tanto quanto era seu jeito de sempre falar
E nem deixou-a só num canto, pra seu grande espanto convidou-a pra rodar

Então ela se fez bonita como há muito tempo não queria ousar
Com seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar
Depois os dois deram-se os braços como há muito tempo não se usava dar
E cheios de ternura e graça foram para a praça e começaram a se abraçar

E ali dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou
E foi tanta felicidade que toda a cidade enfim se iluminou
E foram tantos beijos loucos
Tantos gritos roucos como não se ouvia mais
Que o mundo compreendeu
E o dia amanheceu
Em paz!

Obrigada Gui!

Foquinha! disse...

Mesmo assim, todas floresceram ;)

Ladrão de Frésias disse...

Esse é o dia mais desejado no mais profundo do ser ;)
Saudadesssss

Crazy Drile™ disse...

Great chapter, and blog...Im a fanatic to Antoine de Saint- Exupery...the little prince is one of my favorites books ever

Keep in touch
Greetings from Australia

Crazy Drile

Foquinha! disse...

We agree on everything, Gui... my earliest memories... I miss you!

Foquinha! disse...

Crazy Drile, a real gentleman!!!It made me very happy!I like the way you explains things... "Vive Antoine", thank you capitain... Kisses!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails